Últimos Posts

quinta-feira, 5 de maio de 2016

VEREADOR AMARILDO AGUIAR É CONDENADO A 23 ANOS DE PRISÃO POR CRIME DE ESTELIONATO



DO EXTRA:

O vereador Amarildo Aguiar (PV), de São Gonçalo, município na Região Metropolitana do Rio, foi condenado pela Justiça Federal a 23 anos, 2 meses e 20 dias de prisão. Ele é apontado como chefe de um esquema que desviou R$ 9 milhões do Sistema Único de Saúde (SUS). Ainda cabe recurso, mas se a pena for mantida ele também perderá o cargo público.

Na decisão, assinada na segunda-feira, a juíza Ana Paula Vieira de Carvalho contabilizou 123 vezes o crime de estelionato — o famoso 171 do Código Penal —, além de formação de quadrilha e corrupção passiva. Este último que pesou mais na formação da pena, incluindo 11 anos e 8 meses de prisão.

— Vamos recorrer assim que tivermos conhecimento da pena oficialmente. É uma pena muito elevada, desproporcional — avalia o advogado Andre Francisco Siqueira: —Acreditamos na absolvição ainda, mas pelo menos tentaremos reduzir essa pena, que chega a se igualar a uma por homicídio qualificado.

Amarildo foi preso no dia 16 de julho do ano passado, em sua casa, por agentes da Polícia Federal, durante a Operação Panaceia. O esquema chefiado pelo político utilizava pacientes fantasmas para receber pagamento do SUS por consultas e exames de baixa complexidade. Proprietários de clínicas médicas e laboratórios também são citados na investigação, bem como outros políticos da cidade.

Na Câmara dos Vereadores de São Gonçalo, o suplente de Amarildo, Cici Maldonado, já se prepara para assumir definitivamente a sua cadeira:

— Eu lamento os fatos que me trouxeram, mas já estou há alguns meses trabalhando e dando o melhor de mim pela cidade. Ainda terei sete meses pela frente para deixar um legado melhor para São Gonçalo. Sobre Amarildo, não preciso opinar. Os fatos falam por si só. 
 

quarta-feira, 4 de maio de 2016

EDITAL PARA OBRAS DE SANEAMENTO ENTRE ILHA DE PAQUETÁ E SÃO GONÇALO SEGUE ADIADO



Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de São Gonçalo - Foto: Divulgação

 Do TCE:

A licitação para contratação de empresa para elaboração e execução das obras de interligação do sistema de esgotamento da Ilha de Paquetá com a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de São Gonçalo, ao custo estimado em R$ 6.120.901,33, seguirá adiada por determinação do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ). De acordo com o voto do conselheiro-relator Domingos Brazão, durante a sessão plenária da última terça-feira (3/5), a Secretaria de Estado de Obras (Seobras), responsável pelo certame, terá 30 dias para atender às determinações do TCE-RJ.

Analisado pela primeira vez pela Corte de Contas no dia 2 de fevereiro, o processo já retornou ao tribunal em outras duas oportunidades, recebendo sempre a decisão pelo adiamento. Dentre os problemas observados na primeira análise estava a falta de atualização dos valores definidos em dezembro/2014 e da cópia da licença ambiental para obras no local.

O TCE-RJ também exigiu a atualização da tabela de memória de cálculo para escavação de cada trecho de obra, já que a previsão de gastos é única mesmo havendo profundidades que variam de 1,50 m e 4,50 m. De acordo com o corpo técnico do TCE-RJ, essa diferença de valores interfere diretamente nos custos com transporte de material, carga e descarga.


segunda-feira, 2 de maio de 2016

FEIRA DO LIVRO ESTÁ DE VOLTA AO CALÇADÃO DE ALCANTARA



O bairro mais popular de São Gonçalo acaba de receber mais uma edição da Feira do Livro. Oferecendo à população obras da literatura nacional e internacional com os mais variados temas e preços, a mostra ficará montada no Calçadão de Alcântara até o dia 31 de maio.

Taí uma excelente oportunidade para adquirir conhecimento sem gastar muito!

Serviço:

Segunda a sexta-feira: das 9 às 18h
Sábados: das 9 às 16h







 

 Fotos: Vagner Rosa




sexta-feira, 29 de abril de 2016

COM REAJUSTE DE 10,37%, NOVO PISO REGIONAL DO ESTADO JÁ ESTÁ EM VIGOR



O governador do Rio de Janeiro em exercício, Francisco Dornelles, sancionou na última quarta-feira (27/04) o novo piso regional dos trabalhadores da iniciativa privada do estado.

De acordo com o texto publicado no Diário Oficial, as categorias terão reajuste de 10,37% retroativo a 1º de janeiro de 2016.

Confira abaixo os pisos aprovado para as seis faixas salariais:

I) R$ 1.052,34 - para os trabalhadores agropecuários e florestais; empregados domésticos; serventes; trabalhadores de serviços de conservação; manutenção; empresas comerciais; industriais; áreas verdes e logradouros públicos não especializados; contínuo e mensageiro; auxiliar de serviços gerais e de escritório; auxiliares de garçom, barboy, lavadores e guardadores de carro e trabalhadores de pet shops.

II) R$ 1.091,12 - para classificadores de correspondências e carteiros; maqueiros; auxiliar de massagista; trabalhadores emserviços administrativos; cozinheiros; operadores de caixa, inclusive de supermercados; lavadeiras e tintureiros; barbeiros; cabeleireiros; manicures e pedicures; operadores de máquinas e implementos de agricultura, pecuária e exploração florestal; trabalhadores de tratamento de madeira, de fabricação de papel e papelão; fiandeiros; tecelões e tingidores; trabalhadores de curtimento; trabalhadores de preparação de alimentos e bebidas; trabalhadores de costura e estofadores; trabalhadores de fabricação de calçados e artefatos de couro; vidreiros e ceramistas; confeccionadores de produtos de papel e papelão; dedetizadores; pescadores; criadores de rãs; cuidadores de idosos, trabalhadores dos serviços de higiene e saúde; trabalhadores de serviços de proteção e segurança; trabalhadores de serviços de turismo e hospedagem; motoboys, esteticistas, maquiadores, depiladores, trabalhadores de loterias, vendedores e comerciários; trabalhadores da construção civil; despachantes; fiscais; cobradores de transporte coletivo (exceto cobradores de transporte ferroviário); trabalhadores de minas e pedreiras; sondadores; pintores; cortadores; polidores e gravadores de pedras; pedreiros; trabalhadores de fabricação de produtos de borracha e plástico; cabineiros de elevador e garçons.

III) R$ 1.168,70 - para administradores; capatazes de explorações agropecuárias, florestais; trabalhadores de usinagem de metais; encanadores; soldadores; chapeadores; caldeireiros; montadores de estruturas metálicas; trabalhadores de artes gráficas; condutores de veículos de transportes; trabalhadores de confecção de instrumentos musicais, produtos de vime e similares; trabalhadores de derivados de minerais não metálicos; trabalhadores de movimentação e manipulação de mercadorias e materiais; operadores de máquinas da construção civil e mineração; telegrafistas; barman; porteiros, porteiros noturnos e zeladores de edifícios e condomínios; trabalhadores em podologia; atendentes de consultório, clínica médica e serviço hospitalar; técnicos em reabilitação de dependentes químicos, trabalhadores de serviços de contabilidade e caixas; operadores de máquinas de processamento automático de dados; secretários; datilógrafos e estenógrafos; chefes de serviços de transportes e comunicações; telefonistas e operadores de telefone e de telemarketing; teleatendentes; teleoperadores nível 1 a 10; operadores de call center; atendentes de cadastro; representantes de serviços empresariais; agentes de marketing; agentes de cobrança; agentes de venda; atendentes de call center; auxiliares técnicos de telecom nível 1 a 3; operadores de suporte CNS; representantes de serviços 103; atendentes de retenção; operadores de atendimento nível 1 a 3; representantes de serviços; assistentes de serviços nível 1 a 3; telemarketing ativos e receptivos; trabalhadores da rede de energia e telecomunicações; supervisores de compras e de vendas; compradores; agentes técnicos de venda e representantes comerciais; mordomos e governantas; trabalhadores de serventia e comissários (nos serviços de transporte de passageiros); agentes de mestria; mestre; contramestres; supervisor de produção e manutenção industrial; trabalhadores metalúrgicos e siderúrgicos; operadores de instalações de processamento químico; trabalhadores de tratamentos de fumo e de fabricação de charutos e cigarros; operadores de estação de rádio, televisão e de equipamentos de sonorização e de projeção cinematográfica; operadores de máquinas fixas e de equipamentos similares; sommeliers e maitres de hotel; músicos, ajustadores mecânicos; montadores e mecânicos de máquinas, veículos e instrumentos de precisão; eletricistas; eletrônicos; joalheiros e ourives; marceneiros e operadores de máquinas de lavrar madeira; supervisores de produção e manutenção industrial; frentistas e lubrificadores; bombeiros civis nível básico, combatente direto ou não do fogo; técnicos de administração; técnicos de elevadores; técnicos estatísticos; terapeutas holísticos; doulas, técnicos de imobilização ortopédica; agentes de transporte e trânsito; guardiões de piscina; guias de turismo, práticos de farmácia; auxiliares de enfermagem, auxiliares ou assistentes de biblioteca e empregados em empresas prestadoras de serviços de brigada de incêndio (nível básico).

IV) R$ 1.415,98 - para trabalhadores de serviço de contabilidade de nível técnico; técnicos em enfermagem; trabalhadores de nível técnico devidamente registrados nos conselhos de suas áreas; técnicos de transações imobiliárias; técnicos emsecretariado; técnicos em farmácia; técnicos em laboratório; bombeiro civil líder, formado como técnico em prevenção e combate a incêndio, em nível de ensino médio; técnicos em higiene dental, técnicos de biblioteca e empregados emempresas prestadoras de serviços de brigada de incêndio (nível médio).

V) R$ 2.135,60 - para os professores de Ensino Fundamental (1° ao 5° ano), com regime de 40 horas semanais, técnicos de eletrônica, técnico de eletrotécnica e telecomunicações; técnicos em mecatrônica; tradutor e intérprete da Língua Brasileira de Sinais; técnicos de segurança do trabalho; motoristas de ambulância, técnico de instrumentalização cirúrgica e taxistas profissionais reconhecidos pela Lei Federal nº 12.468, de 26 de agosto de 2011, bem como, aqueles que se encontrem emcontrato celebrado com empresas de locação de veículos, excetuando-se os permissionários autônomos que possuem motorista auxiliar.

VI) R$ 2.684,99 - para administradores de empresas; arquivistas de nível superior; advogados; contadores; psicólogos; fonoaudiólogos; fisioterapeutas; terapeutas ocupacionais; arquitetos; estatísticos; profissionais de educação física; sociólogo; assistentes sociais; biólogos; nutricionistas; biomédicos; bibliotecários de nível superior; farmacêuticos; enfermeiros; bombeiro civil mestre, formado em engenharia com especialização em prevenção e combate a incêndio, turismólogo, secretários executivos e empregados em empresas prestadoras de serviços de brigada de incêndio (nível superior).


quinta-feira, 28 de abril de 2016

‘BADERNEIROS’ DE DILMA PROVOCAM CAOS NA AVENIDA CONTORNO. OU: ESSA GENTE NÃO ESTÁ NEM AI PARA O POVO DECENTE DO BRASIL!



Cerca de 80 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) fizeram um protesto a favor da presidente Dilma no início da manhã desta quinta-feira (28/04) na BR-101, no trecho da Avenida Contorno, entre São Gonçalo e Niterói

Os ‘baderneiros’ de Dilma atearam fogo em pneus próximo ao Estaleiro Aliança, no Km 320. O bloqueio provocou um congestionamento de três quilômetros com reflexos na Rodovia Niterói-Manilha, atrasando, com isso, a vida de milhares de pessoas que se dirigiam para os seus locais de trabalho, escolas, hospitais, entre outros compromissos.

De acordo com uma postagem do MTST no Facebook, o objetivo da mobilização foi denunciar o golpe em curso no país. Confira no quadro abaixo:



É lamentável que essa gente apoiada pelo governo federal promova esse caos no país. O discurso de defesa dos direitos sociais não passa de uma desculpa esfarrapada para tentar atemorizar o povo e desestabilizar o eventual governo Temer.

É fato que o governo Dilma já está praticamente acabado e que o governo de seu vice, Michel Temer, não estava nos planos de ninguém. No entanto, é preciso destacar que ele foi eleito junto com a presidente com mais de 54 milhões de votos. Portanto, ele terá, sim, legitimidade para governar o país. O resto é mimimi de derrotado.

Torcer agora pelo quanto pior, melhor, é torcer contra o Brasil. Ou será que tem alguém satisfeito com a recessão do país, com a indústria produzindo menos e demitindo, com as lojas fechando suas portas ou terá pessoas vibrando também pelos mais de 10 milhões de brasileiros desempregados?

Sabemos que as coisas não vão melhorar radicalmente da noite para o dia, mas será o início de uma nova etapa de resgate da credibilidade do país. O que o Brasil mais precisa neste momento é da confiança dos investidores. Não dá mais para essa enorme nação continuar estagnada. A roda da economia precisa voltar a girar imediatamente!

Portanto, a hora agora é de torcer para que o país saia do buraco e tome um rumo certo, e não apoiar a politicagem de um governo derrotado! Avante, Brasil!

Abaixo, mais imagens do protesto promovido por pessoas que parecem não querer o bem do país.






Dilma e os movimentos sociais





Estiveram presentes, além de Dilma, Lula, Vagner Freitas e Jaques Wagner (Gabinete Pessoal da Presidência), João Pedro Stédile, do Movimento dos Sem Terra (MST); Guilherme Boulos, coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST); integrantes do PT e do PC do B. A Central de Movimentos Populares e as frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular foram representadas. O Planalto não confirma o encontro, que não constou na agenda oficial de Dilma. Leia a matéria na íntegra aqui.




segunda-feira, 25 de abril de 2016

QUE ÁREAS PRIORITÁRIAS OS MORADORES DE SÃO GONÇALO QUEREM QUE PRÓXIMO PREFEITO SE PREOCUPE?



Pesquisa exclusiva encomendada pela Escola do Parlamento da Câmara Municipal de São Paulo para debater os desafios da capital paulista para os próximos 15 anos em conhecimento e inovação mostra as áreas prioritárias que os paulistanos querem que próximo prefeito se preocupe.

Para 43,9% dos entrevistados, o atendimento de saúde pública é a área que deveria ser prioridade de quem assumir a prefeitura pelos próximos 15 anos. Em seguida, como reflexo da crise econômica, 41,5% apontam a criação de empregos como prioritária. E, para 35%, cabe ao próximo prefeito dar atenção total ao combate à violência. Cada entrevistado podia escolher mais de uma opção, veja abaixo:



Realidade gonçalense

Trazendo o assunto para a realidade de São Gonçalo, quais seriam as prioridades que os moradores da cidade gostariam que o próximo prefeito se preocupasse?

Mesmo sem uma pesquisa em mãos, creio não ser difícil de adivinhar. Assim como São Paulo, o atendimento de saúde pública também seria a área prioritária em nossa cidade.

A meu ver, em seguida, a Educação. Até porque com a crise atual, muitos alunos da rede privada estão migrando para a pública. Criação de empregos e combate a violência seriam as próximas prioridades.

Entretanto, para que não fique só no campo das especulações seria interessante que uma pesquisa parecida com a de São Paulo fosse encomendada para discutir os desafios de nossa cidade, até porque teremos eleições em outubro. Portanto, este é o momento oportuno para debatermos o futuro de São Gonçalo.

Problemas do governo estadual e federal

O texto da jornalista Mariana Barros, da coluna Cidade Sem Fronteiras (Veja), observa que os quatro temas prioritários (saúde, segurança, emprego e educação) citados na pesquisa de São Paulo são questões ligadas aos governos estadual e federal. Confira abaixo os trechos sobre o assunto:

“Curioso notar que, embora sejam considerados problemas da cidade, os quatro temas mais citados na pesquisa — saúde, segurança, emprego e educação — têm uma forte interface com o governo do estado e também com o federal.

Nos Estados Unidos, muitos pesquisadores afirmam não haver mais sentido na divisão de poder em três esferas (municipal, estadual e federal) e apontam para necessidade de uma esfera intermediária, a que eles chamam de autoridade metropolitana. Seria comandada por uma figura mais poderosa do que um prefeito e mais focada nos problemas locais do que um governador — e, mais ainda, do que um presidente.

Isso também ajudaria a lidar com outra questão: a falta de autonomia das regiões metropolitanas. Há vezes em que o problema é sentido por um conjunto de prefeitos da mesma região, mas a solução está fora da alçada deles.

Em Nova York, por exemplo, a ideia de cobrar uma taxa dos motoristas que circulavam no horário de pico não deu certo por causa disso. A proposta do então prefeito Michael Bloomberg era cobrar 8 dólares de quem rodasse no centro nos horários de maior congestionamento. Para vigorar, a medida precisava da aprovação do governador do estado, da Assembleia Legislativa local, do Conselho Municipal (espécie de Câmara de Vereadores), do Senado, do Departamento Nacional de Trânsito e ainda por uma comissão de especialistas composta por indicados do executivo e legislativo. Sem falar nos 200 milhões de dólares que teriam de ser financiados pelo governo federal, porque o município não tinha esse dinheiro todo. Resultado: a ideia não saiu do lugar.

Como no nosso caótico cenário político uma mudança dessa magnitude ainda deve levar tempo, o desafio dos candidatos à prefeitura é mostrar como, com o que a cidade dispõe, é possível tornar o atendimento à saúde mais eficiente, reduzir a sensação de insegurança, criar oportunidades de trabalho e melhorar os índices educacionais. É um exercício de criatividade e ousadia, e também a oportunidade de levar o debate eleitoral para a esfera das propostas, em vez de mantê-lo entre ataques rasteiros e retórica vazia.”

Leia o texto na íntegra aqui.


sábado, 23 de abril de 2016

SÃO GONÇALO INICIA VACINAÇÃO CONTRA GRIPE H1N1 NA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA



Com três casos de infecção viral registrados na cidade, a secretaria municipal de Saúde de São Gonçalo decidiu antecipar o calendário e iniciar já na próxima segunda-feira (25/04) a Campanha de Vacinação contra o Vírus Influenza (H1N1).

A medida de prevenção tem como público alvo crianças de seis meses a cinco anos incompletos, gestantes, idosos, trabalhadores da área da saúde, funcionários do sistema prisional, população carcerária, pessoas com doenças crônicas, diabéticos, transplantados, obesos e portadores de trissomias.

O atendimento será realizado a partir das 8h nos cinco Polos Sanitários da cidade (Washington Luiz Lopes, no Zé Garoto: Paulo Marcos Rangel, no Porto do Rosa; Hélio Cruz, no Alcântara; Rio do Ouro; Jorge Teixeira de Lima, no Jardim Catarina), além do PAM Neves e em outras 61 unidades de saúde do município.

Fonte: PMSG


sexta-feira, 22 de abril de 2016

O LAMPEJO DE RACIONALIDADE DE DILMA NA ONU




Após ser fortemente criticada – inclusive ontem (21/04) pela página do Território Gonçalense no Facebook (ver mais abaixo) – pela vergonha que ela poderia fazer o Brasil passar na ONU com a sua falsa denúncia de que teria sofrido um “golpe de Estado”, no domingo passado (17/04), finalmente, parece que a presidente Dilma teve um lampejo de racionalidade e desistiu de fazer referência ao surreal “golpe” em seu discurso na manhã desta sexta-feira (22/04), no plenário das Nações Unidas. Melhor assim. Evitou que o nosso querido país passasse por mais um vexame internacional! Já basta o zika vírus, a roubalheira na Petrobras e agora também o acidente da ciclovia na cidade onde vai sediar os Jogos Olímpicos, não é mesmo?

Para mim, não resta a menor dúvida de que Dilma é uma péssima presidente, mas retardada ela não é. Ela sabe perfeitamente que não é vítima de golpe coisa nenhuma. Como já disse em outras vezes, a presidente insiste com o patético discurso marqueteiro de golpe apenas para se vitimizar perante o público e para mobilizar a pequena “militância” que ainda lhe resta. Só não vê isso quem não quer.

Abaixo, a postagem do Território Gonçalense no Facebook sobre o acidente da ciclovia no Rio e o pretenso discurso de Dilma na ONU.



Leia aqui sobre o discurso de Dilma na ONU, nesta sexta-feira.



quarta-feira, 20 de abril de 2016

“AQUELE É O ESPELHO DO BRASIL”, DIZ O PRESIDENTE DO IBOPE SOBRE A VOTAÇÃO DO IMPEACHMENT DE DILMA



Concordo em número, gênero e grau com o Sr. Carlos Augusto Montenegro.

A meu ver, toda a repercussão do espanto sobre o comportamento dos parlamentares se deu por que só agora as pessoas estão prestando mais atenção na política. Antes, elas não se interessavam tanto. Tomara que agora se conscientizem da importância de saber votar bem.


terça-feira, 19 de abril de 2016

A VOTAÇÃO DOS DEPUTADOS NO IMPEACHMENT DE COLLOR EM 1992



Desde domingo (17/04), tenho observado diversas manifestações de espanto e de indignação nas redes sociais e na imprensa (inclusive de alguns veículos da mídia internacional) sobre as falas dos deputados no momento da declaração de seus votos na votação do prosseguimento do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Entretanto, o que muita gente não sabe é que o episódio de domingo não tem nenhuma novidade. Confira nos dois vídeos abaixo trechos da votação do impeachment do ex-presidente Fernando Collor, em novembro de 1992. Parece que nada mudou de lá pra cá.





As mais lidas do TG

Cadastre Seu Email